recent posts

Principio do vazio

Recebi este mail hoje e axo que a minha vida vai mudar depois que li isto vejam que vale a pena pode ser que a ti tb mude.



Você tem o hábito de juntar objectos inúteis, acreditando que um dia (não sabe quando) poderá precisar deles?

Você tem o hábito de juntar dinheiro só para não gastá-lo, pois no futuro poderá fazer falta?
Você tem o hábito de guardar roupas, sapatos, móveis, utensílios domésticos e outros tipos de equipamentos que já não usa há um bom tempo?

E dentro de você?
Você tem o hábito de guardar mágoas, ressentimentos, raivas e medos?
Não faça isso. É anti prosperidade.

É preciso criar um espaço, um vazio, para que as coisas novas cheguem em sua vida.
É preciso eliminar o que é inútil em você e na sua vida, para que a prosperidade venha.
É a força desse vazio que absorverá e atrairá tudo o que você almeja. Enquanto você estiver material ou emocionalmente carregado de coisas velhas e inúteis, não haverá espaço aberto para novas oportunidades.

Os bens precisam circular.
Limpe as gavetas, os guarda-roupas, o quartinho lá do fundo, a garagem.
Dê o que você não usa mais.
A atitude de guardar um monte de coisas inúteis amarra sua vida. Não são os objectos guardados que emperram sua vida, mas o significado da atitude de guardar. Quando se guarda, considera-se a possibilidade da falta, da carência. É acreditar que amanhã poderá faltar, e você não terá meios de prover suas necessidades.

Com essa postura, você está enviando duas mensagens para o seu cérebro e para a vida: primeira, você não confia no amanhã e, segunda, você acredita que o novo e o melhor não são para você, já que se contenta em guardar coisas velhas e inúteis.
Desfaça-se do que perdeu a cor e o brilho e deixe entrar o novo em sua casa e dentro de você!
(Joseph Newton)
Principio do vazio Principio do vazio Reviewed by Mr Pink on 15:40:00 Rating: 5

4 comentários:

  1. Concordo plenamente. Prencipio?

    ResponderEliminar
  2. ja viram as coisas que tenho que fazer para ganhar uns meros comentários :P

    ResponderEliminar
  3. Bem, sem as coisas do passado como podemos avaliar as novas coisas que nos surgem? Como saberemos se aquilo que nos surge é bom ou mau sem termos um termo de comparação?

    As lembranças do passado são tão importantes como as que virão! Guarda tudo que poderes, pois tudo que já viveste é aquilo que tu és! Mas nunca penses que já tens tudo e que não precisas de mais nada, guarda e deixa espaço para tudo que ainda há-de vir!

    Nunca esqueças aquilo que foste, que és...Nunca esqueças aqueles que já amaste, aqueles que fizeram tudo (ou mesmo nada) por ti, aqueles que te fizeram rir...Aqueles que te marcaram para sempre!...Nunca esqueças (ou deites fora) aquela prendinha especial, aquele peluche velho que tinha que dormir contigo, aquele desenho que a irmã fez quando era pequenina!...Nunca ignores o passado, aprende, vive e cresce com ele! Guarda tudo, guarda o que puderes! E não te esqueças de guardar um lugar bem grande para tudo que ainda terás que guardar!

    Guarda cada lembrança, cada momento, cada peça que tenha uma história! Guarda...Guarda aquilo que te fez crescer, guarda aquilo que te fez aprender, guarda o que te fez mudar, guarda o que te fez amar, guarda o que te fez rir, guarda o que te fez chorar, guarda o que te desiludiu, guarda o que te é importante!

    Guarda o passado, guarda o presente e guarda um espaço para viveres o futuro!

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.